• 21
    Set
    2016
    às 15:21
  • Postado por
    Ricardo
  • Categoria
    conheça a as4

Bem-vindos à era do ‘Broadcast Yourself


Quando o YouTube foi criado em 2005, por 3 ex-funcionários do Paypal, ele já trouxe junto ao seu logo a assinatura “Broadcast Yourself”. Começava a era dos vídeos individuais, o que já apontava para um potencial extraordinário. Basta dizer que um ano depois de lançado o YouTube valia USD 1.65 bi e seria comprado pelo Google, de olho no que estava por vir.

De fato o YouTube se tornou a maior plataforma de vídeos do mundo, mas com menos foco no ‘self-casting’. Coincidência ou não, em 2011, retirou do logo a frase “Broadcast Yourself”.

Porque por mais fenomenal que seja o YouTube e a revolução cultural que ele causa, há na plataforma uma ligação intrínseca com o desktop. Seja para a edição bacana que os vídeos recebem, o tratamento HD, e o formato nativamente horizontal dos vídeos.

A verdadeira era do “Broadcast Yourself” parece estar acontecendo agora, com a adoção massiva dos smartphones e principalmente pelo aparecimento do Snapchat e agora o Instagram Stories.

Simultaneamente todas as plataformas começaram a lançar seus formatos para ‘self-casting’. Fosse o natimorto Meerkat, atropelado pelo Periscope, que por sua vez foi chacoalhado pelo Live do Facebook e as próprias ferramentas de 'live' do YouTube.

Todos muito interessantes, mas baseados em transmissões ao vivo. A grande revolução pra mim passou a acontecer após a massificação do uso do Snapchat e agora seu cópia, o Instagram Stories. O formato usado por estas duas plataformas, acredito, irá ganhar uma fatia cada vez maior das 24 horas dos quais os nossos dias dispõem, sem opção de upgrade de tempo…

As histórias diárias deste formato são uma mistura de reality show com mini canais de TV com programação específica. Dependendo do canal que você estiver seguindo, vai ver conteúdos em formatos diferentes.

As histórias diárias deste formato são uma mistura de reality show com mini canais de TV com programação específica. Dependendo do canal que você estiver seguindo, vai ver conteúdos em formatos diferentes.
A lógica da produção e do consumo de conteúdo se dá de forma totalmente fora do que conhecemos até aqui. Pela simplicidade e estilo deliberadamente caseiro das produções e pela lógica totalmente subvertida de como consumir o conteúdo.

Na era do “Brodcast Yourself”, não são canais com programas passando em horários específicos. Aqui, cada perfil é um canal, com um "programa" por dia, de curta duração e edições de vídeos com poucos segundos de cada vez e que podem ser pulados, o que te permite fazer uma “leitura dinâmica” do que aconteceu naquele canal. E o melhor, sem angústia. Os canais só mostram o que foi feito nas últimas 24 horas. Passou disso, sumiu. Não tem arquivo e não tem ansiedade de tanto pra ver e tão pouco tempo.

A maioria dos perfis mais populares ainda é pessoal, geralmente de celebridades, que criam uma relação muito próxima com seus seguidores. Mas começam a aparecer uns canais temáticos.

Acredito que as produções caseiras vão ganhar sofisticação com o passar do tempo e possivelmente vamos migrar essa lógica de produção para outras telas. Não me espantaria ver isso na tela grande da sala (o que antes era conhecido como ‘TV’), mas acredito que o mobile sempre vai predominar.

A gente conversa por ai com os amigos pré-millennials e vê que a maioria ainda não se interessou pelo formato e não tem muita paciência. E quem sabe, pode ser que fique mesmo apenas com uma coisa de “jovens”.

Mas eu duvido. Acho que entramos pra valer na verdadeira era do “self-casting” e isso é só o começo. :)

Por: Michel Lent Schwartzaman: Digitahl Marketing Maverick

Fonte:linkedin/pulse.com

  • 21
    Set
    2016
    às 11:15
  • Postado por
    Ricardo
  • Categoria
    conheça a as4

Dia Internacional da Paz


O Facebook trouxe uma mensagem importante para os usuários compartilharem em sua linha do tempo.

Hoje dia 21 de setembro é o Dia Internacional da Paz.

Vamos viver com amor, paz e compartilhar momentos de felicidade, sem conflitos e violência

Dia Internacional da Paz

Facebook

  • 20
    Set
    2016
    às 17:01
  • Postado por
    Ricardo
  • Categoria
    conheça a as4

youPIX CON: 35 aulas sobre conteúdo digital com os maiores líderes do mercado!




Criamos o youPIX CON no ano passado. Ele foi o primeiro evento da nova fase do youPIX, aquela sobre a qual já falamos bastante e que tem a missão de fomentar a indústria de creators e conteúdo digital no país.

A energia que rolou nos palcos e corredores do evento de 2015 foi tão catártica (cheguei até a escrever sobre isso aqui), que todo mundo saiu de lá com um puta vontade de se encontrar de novo assim que possível.

E esse momento chegou! \o/

Dia 28 de setembro tem youPIX CON 2016 e, ao longo de um dia inteiro, vamos reunir 600 convidados pra discutir o mercado de conteúdo digital.

O evento presencial é fechado pra convidados, mas quem quiser acompanhar as 35 palestras e debates em tempo real (e depois acessar tudo gravado), pode comprar o ingresso virtual aqui > http://bit.ly/live16upx

Tenho um cupom de desconto especial pra quem é leitor aqui do LinkedIn, é só usar o código LK25 pra ter 25% de abatimento no valor.

E o que vai ter?
Ao longo dos últimos 3 meses nos reunimos com várias pessoas do mercado e apuramos nosso faro pra mapear as pessoas e as questões mais importantes do universo de conteúdo digital e Creators no momento. Foi um trabalho super artesanal e bem co-criativo que nos levou a agenda final do evento, que conta com 38 atividades diferentes e você pode ver aqui.

Espalhadas em dois palcos — Keynote Stage e How to Stage — essas 38 atividades vão passar por 4 macro-temas: Conteúdo, Plataformas, Monetização e Tendências. Particularmente, eu tô mega orgulhosa dessa agenda, por que eu acredito fortemente que as discussões estão bem representativas do mercado hoje.

A agenda completa do evento tá aqui, mas vou destacar algumas coisas que eu acho IMPERDÍVEIS:
PALESTRA DO ANDERS SJÖSTED, DIRETOR DA HYPER ISLAND

Tive o prazer de conhecer o Anders em um curso da Hyper Island (a famosa escola sueca de digital) e imediatamente quis te-lo no palco do youPIX. Pra mim ele é como um móvel da Ikea — loja sueca de móveis minimalistas porém incríveis: ele tem um jeito super simples de falar coisas absurdamente impactantes. Convidei o Anders pra provocar a todos com uma palestra sobre criação, caos e valores.

PALESTRA DO "DON DRAPER DA GERAÇÃO YOUTUBE"

Foi assim que um jornalista da Wired definiu o Jeff Harmon, nosso segundo palestra internacional. De acordo com ele mesmo, ninguém manja mais de marketing no youtube do que ele. Uma das criações do cara é essa aí embaixo, que viralizou pra caramba e levou a marca a um aumento de 600% nas vendas online e 400% nas físicas.

PESQUISA YOUPIX | INFLUENCERS MARKETING 2016

Todo mundo que trabalha com influenciadores/creators sofre por que não tem dados ou pesquisas sobre esse mercado aqui no Brasil. Pois estamos aqui pra mudar isso! Ao lado da GFK, empresa de pesquisa e inteligência de mercado, da AirInfluencers, plataforma de busca e gestão de influenciadores, e do Meio & Mensagem, veículo mais importante do trade de comunicação e publicidade no país, nós realizamos e vamos apresentar os resultados da primeira pesquisa brasileira sobre esse mercado.

FALANDO EM INFLUENCIADORES…

Esse é o assunto do momento e vamos discuti-lo em alguns painéis diferentes no evento (e que prometem ser polemiquinhos, visto a natureza do tema). Alguns destaques: "Quanto vale ou é por quilo?" (um debatinho tranquilo sobre o quanto cobram influenciadores — e que vai contar com uma pessoa de marca, uma de agência de publicidade, uma de agência de PR e um agente de influenciadores) e o debate "Creators & Marcas" (que vai reunir top influenciadores — Cauê Moura, Castanhari, Lucas Rangel, Instagram/@RafaelMantesso e Bruno Bock do Pipocando — pra que eles abram seus corações sobre o que esperam dessa relação com as marcas).

ALGUMAS DISCUSSÕES SOBRE CONTEÚDO

Falar de conteúdo hoje, pra mim, significa falar de inclusão de vozes, diversidade, valor e autenticidade. O quanto o que estamos produzindo é includente e representativo? De que maneira esse conteúdo traz diversidade de olhares, formatos e vozes? Qual o valor que ele tá gerando na vida de quem o consome? É super comum a gente ver empresas, veículos ou creators criando conteúdo pensando nesse conteúdo como o fim. Na minha visão, ele é o meio, ele é uma ferramenta pra que a gente entregue pro nosso leitor algum valor intangível. Pra mim, conteúdo que é feito sem esse olhar, é ruído, não tem alma e, geralmente, é oportunista. Indo além, autenticidade e verdade estão no core disso tudo.

Algumas atividades que trazem essas discussões pro evento e prometem ser bem fodonas: "A Revolução do Conteúdo" (com representantes de quatro das maiores empresas de conteúdo do país — FB, Google, Globo e Folha),"PCD-O quê?" (palestra-provocação da Ana Clara Schneider da Sondery sobre como incluir "Pessoas Com Deficiência" nas estratégias de conteúdo e comunicação), "A TV invade o Youtube" (com Adriane Galisteu, João Gordo e Rafael Cortez falando sobre como celebridades do mainstream podem migrar pro digital de modo verdadeiro), "Mitologia, Criação e Internet" (uma palestra da Flávia Gasi que vai explodir sua cabeça)."Representatividade, Empatia e Empoderamenteo LGBTQ" (com Mandy Candy, Tempero Drag, Maicon Santini, Debora Baldin do Canal das Bee, Lorelay Fox, Rita Von Hunty do Tempero Drag), "Minas que Criam" (com Think Olga, Gabi Oliveira do Canal DePretas, ThaynaraOG e Nay Ruiz do Bradesco), "Nossa Senhora do Perpétuo Espanto" (um papo maluco sobre religião e escrita com o Leandro Demori, editor do Medium)

MONEY, MONEY, MONEY

Não dá pra fazer evento de conteúdo sem falar sobre como vamos financiar essa brincadeira toda, certo? Pra começar, tem o Creators Pitch, nosso concurso pra criadores de conteúdo digital que tem como prêmio uma porção de oportunidades de negócios (se inscreva aqui até o dia 12/set). Vai ter workshop sobre como criar um material de venda bem forte e mapear possíveis anunciantes, vai ter workshop sobre como pensar em modelos de negócios diversificados, vai ter papo sobre monetização pra creators pequenos ou de nicho e vai ter palestra sobre Branding com Paulo Cuenca e Dani Noce.

E tem muito mais coisa sobre Snapchat, estratégia de Social Media, conteúdo em VR e 360, Branded Content, algoritmos e Big Data, Inteligência Artificial, como aproveitar o hype do vídeo ao vivo, monitoramento e commutainment. Vale a pena dar um check na agenda completa aqui.

Isso vai rolar entre 09 da manhã e 10h da noite SEM INTERVALOS! Estamos fazendo um evento bem concentradão por que não queremos que a energia e o foco se disperse. Pense no youPIX CON como uma imersão de cabeça no universo do conteúdo digital por um dia inteirinho… SEM TIRAR DE DENTRO! :)

Vai ser foda, vai ser relevante, vai ser propositivo, vai trazer conhecimento e vai servir pra todo mundo que trabalha ou quer trabalhar com conteúdo digital.

Se você está na lista de convidados do youPIX CON, cancela todos os compromissos, manda rodar mais cartões de visita e VEM com a gente nessa jornada única. ?

Se você não está! Clica aqui AGORA e garanta sua vaga pra assistir a tudo isso do conforto da sua poltrona. Vai valer muito a pena! ?

Por: Bia Granja: co-founder & curator at youPIX and youPIX HUB

Fonte:linkedin/pulse.com


Promocional empresa de criação de site

JuceSP as4
as4 parceira Google
Desde 2011 • CNPJ 17.108.974/0001-96 - A as4 é uma marca em processo de liberação pelo INPI desde 2012.
as4 - Alpha Solutions Four Brazil LTDA EPP
+as4