• 14
    Out
    2016
    às 15:21
  • Postado por
    Ricardo
  • Categoria
    conheça a as4

Sistema de Automação Comercial


Recomendamos o sistema de automação comercial para as pessoas, abaixo:

- Aqueles que querem crescer mais vendas?
- Aqueles que querem aumentar a eficiência do trabalho
- Aqueles que querem a redução de custos
- Aqueles que querem reduzir o erro de cálculo

Os benefícios da introdução de sistema de Automação comercial quando se tem um sistema implantado na empresa o trabalho fica mais fácil. Todos os funcionários tem as informações necessárias da empresa.

Para crescer mais vendas quando você gerenciar o cliente, você pode ter vários relatórios: Por cliente, mais vendidos, produto por cliente, etc. A redução de custos e eficiência do trabalho é melhorada quando existe a possibilidade de compartilhar informações.

Temos a solução para o seu negócio ter uma gestão organizada e eficiente. Nosso Sistema de Automação Comercial emite Nota fiscal Eletrônica, controle de estoque, controle financeiro de contas a pagar e a receber e outras diversas funções. Sistema super completo e com atualizações constantes.

Não perca tempo e nos contate, solicite um orçamento sem compromisso com um dos nossos consultores.A AS4 é uma empresa que está no ramo desde de 2010 e temos uma cartela com mais de 200 clientes pelo Brasil.

AS4 Alpha Solutions Four Brazil
Tel:(11)2359-1570

  • 14
    Out
    2016
    às 15:19
  • Postado por
    Ricardo
  • Categoria
    conheça a as4

A mais poderosa ferramenta de transformação empresarial


Um estudo recente do Instituto Gallup indicou que aproximadamente 87% dos trabalhadores no mundo todo não estão engajados no seu trabalho. A grosso modo, isso significa que apenas 1 a cada 10 funcionários estão motivados e ativamente participativos nas suas empresas.

Há diversas justificativas possíveis para esse fato. Mas, segundo o livro “The Power of Feedback”, o maior motivo pode ser o desconhecimento. Os trabalhadores pouco engajados não são assim por má-fé. Eles simplesmente nunca tiveram alguém que os avaliassem e dessem sugestões para seu desenvolvimento pessoal.

E as estatísticas corroboram esse fato: quase metade dos entrevistados no livro não recebiam um feedback regularmente. A lógica é que o colaborador que não recebe um feedback adequado não tem como saber no que está acertando e errando. Assim ele acaba se desmotivando já que não percebe seu trabalho como sendo apreciado.

Com isso, não é possível deixar de enxergar o feedback como uma das mais poderosas ferramentas de transformação empresarial.

Somente através do feedback é possível que os colaboradores recebam uma perspectiva externa sobre sua performance. Ele permite solucionar qualquer problema existente dentro da organização.

Entretanto, para algumas pessoas, ouvir a frase “Posso te dar um feedback?” ainda gera muito medo e ansiedade. A razão disso é que avaliar alguém e ser avaliado ainda é um tabu tanto em empresas quanto na vida pessoal de forma geral.
Como dar feedbacks produtivos

Por: Danil Scott: Consultor Senior de Eficiência Operacional (Skala Consulting)

Fonte:linkedin/pulse.com.br

  • 13
    Out
    2016
    às 08:32
  • Postado por
    Ricardo
  • Categoria
    conheça a as4

O que um CEO ou gestor precisa saber sobre marketing


"Não é minha função, então não preciso saber nada".

Ledo engano. Até para saber contratar, analisar, tomar decisões, cobrar e reajustar estratégia é essencial entender um pouco de marketing e neste artigo o foco está no marketing digital.

Off-line precisa estar alinhado com on-line

Suas estratégias off-line (jornais, revista, TV, outdoor, etc) precisam estar alinhadas com as digitais. A empresa precisa ter uma imagem única, preocupar-se com branding, ter uma identidade visual única em todos esses canais. Se o off-line está desconectado do on-line criam-se inúmeros problemas e começam as desculpas internas na equipe do tipo "não é minha área".

Marketing não é só postar no Facebook

Sair fazendo postagens no Facebook de qualquer jeito não é fazer marketing. É preciso entender quem é a persona (arquetipos de público alvo) do seu negócio, planejar tipos de conteúdos, frequência, pensar em artes, frases, call-to-actions estratégicos que levem o consumidor a uma ação, à conversão. Não se pode entrar na onda de qualquer polêmica que está em alta, não se pode postar fotos de gatinhos só porque são bonitinhos. Likes não pagam contas, é preciso ir bem além disso para gerar conversões, ou seja, vender.

Ter apenas um Facebook não resolve: sites e blogs são o coração da estratégia

Sempre que você aposta todas as suas balas em uma só mídia social corre um grande risco. É que elas são plataformas emprestadas, alugadas, não são um terreno próprio e você está sujeito aos termos de uso, que podem ser alterados a qualquer momento. As curtidas que você consegue ali ficam ali e podem morrer ali se você não tratar de usá-las para atrair tráfego para seu site ou blog próprio. Falando nisso, um site não pode ser apenas bonito. Dia a dia temos visto que o desenvolvimento de sites deve andar cada vez mais junto do marketing, que tem uma visão estratégica e pode ajudar a planejar páginas otimizadas, que levem à conversão. Às vezes, um simples botão ou um campo a mais de formulário que não precisaria ser pedido pode tirar o foco do usuário e ele ir embora da página.

A diferença entre alcance orgânico e pago

Se você é um CPF o Facebook é uma rede social pra você, mas se você é um CNPJ, então ele é um veículo de mídia. Páginas de negócios tem alcance orgânico (sem pagar para aparecer) muito baixo, em torno de 1%. Portanto, você posta, posta, posta e as interações não aparecem, isso porque o Facebook quer que você compre mídia paga. Toda página precisa de algum investimento em mídia paga, seja no início, para crescer a página, como depois, para manter o alcance e atrair mais pessoas. Ao criar um anúncio patrocinado é possível escolher uma segmentação refinada, como localização geográfica, idade, sexo, profissão, entre outros e definir o quanto será gasto com os anúncios. As postagens na página devem ser frequentes, o Facebook gosta desse frescor, portanto, pode postar bastante durante o dia e a semana. Apenas ter visualizações ou curtidas não é suficiente, o algoritmo do Facebook tem pesos diferentes para as interações, então, se alguém compartilhar ou comentar, será mais valioso do que uma interação baseada apenas em clique ou curtida. E para que isso aconteça, o conteúdo precisa realmente ser bom ou útil.

Precisa existir conteúdo relevante

Todas as postagens, sejam elas em mídias sociais ou no blog da empresa devem ser baseadas em conteúdo relevante. É que estamos consumidos por um mar de conteúdos, mas continuamos tendo 24h por dia como leitores e consumidores. Portanto, teremos tempo apenas para o que realmente for bom. Fazer posts que falam apenas sobre a marca, seus produtos, preços e funcionalidades de forma direta é não se diferenciar da concorrência. O ideal é trabalhar posts relacionados ao universo do produto e do cliente que o ajudem a enxergar o negócio como uma referência na área, que também ajudam a educar o mercado, ou seja, o potencial cliente chega muito mais preparado, pois já pode ler bastante sobre a empresa e o produto na internet, assim, a equipe de vendas gasta menos tempo na aquisição de novos clientes.

É preciso ter alguém dedicado a mídias sociais

Mídias sociais são como bichinhos virtuais que devem ser cuidados e alimentados diariamente. Ainda mais que elas são várias e cada uma com uma particularidade diferente. Ter alguém dedicado a elas é essencial, senão, na correria do dia a dia elas ficam esquecidas e desatualizadas. Páginas desatualizadas fazem seu potencial cliente entender que não existe cuidado ali.

Na internet, empresas só podem ser quem são de verdade

A era das promessas falsas acabou. Com as mídias sociais o público ganhou voz, pode produzir conteúdos falando sobre marcas e produtos e pode usar o canal que desejar para reclamar, expondo a marca. As empresas agora só podem ser o que são de verdade, porque o consumidor está atento e sabe o que é verdade.

Gerenciamento de crise: um comentário pode estragar tudo

É preciso responder rapidamente às interações de seu público, sejam elas positivas ou negativas. Mostrar-se atencioso e educado é essencial, mesmo quando se está diante de uma reclamação terrível ou de xingamentos. Crises precisam ser gerenciadas com rapidez antes que virem uma bola de neve. Todas as vezes que marcas responderam de forma rude ou irônica, o caso repercutiu negativamente e ganhou uma proporção muito maior, não deixe chegar nesse ponto.

Não se preocupe apenas em atrair novos clientes

É bem comum que a marca se preocupe apenas em conquistar mais clientes e costuma esquecer de quem já o é. É preciso continuar pensando nos clientes atuais, preparar conteúdo relevante para ele, atendê-lo bem.

Marketing agora vai muito além de preço e funcionalidades

De acordo com um grande nome do marketing, Philip Kotler, estamos vivendo o marketing 3.0, que vai muito além de falar apenas de preço e funcionalidade. Agora é preciso preocupar-se com outras causas e não apenas com seu próprio umbigo como marca. O consumidor agora é muito mais do que massa, ele cresceu, refinou, agrupou-se em nichos, tem anseios diferentes.

Métricas, análises de resultados e testes o tempo todo

Há diversas métricas importantes em marketing digital e elas variam conforme a estratégia e as ferramentas utilizadas. Retorno do investimento, custo de aquisição de cliente, custo por clique, entre outros. É preciso acompanhá-las de perto, analisar os resultados, reajustar a estratégia e fazer testes o tempo todo, pois nem sempre existem respostas ou fórmulas de sucesso prontas.

Ferramentas ajudam a escalar e humanizar

Há diversas ferramentas que turbinam seu marketing digital, dentre elas, as plataformas de automação de marketing, que apesar do nome permitem humanizar o relacionamento com leads e clientes de forma personalizada e altamente segmentada. Mas o momento certo de contratá-las é quando já existe um planejamento e a empresa já tem seus canais digitais trabalhados e atualizados, senão, corre-se o risco de jogar dinheiro fora. A era da compra de listas de emails frios para enviar email acabou faz tempo, é terminantemente proibido fazer spam enviando emails a pessoas que não permitiram isso, principalmente sem segmentação.

A valorização da cultura autoral chegou

Se antes se escreviam conteúdos sem saber quem o fez, agora está em alta atribuir um nome de alguém da equipe ao post do blog e ao remetente do e-mail, é mais uma forma de mostrar que existe vida humana do outro lado.

Marketing digital é extremamente dinâmico, amplo e complexo

Todas as semanas assistimos a alterações em ferramentas e algoritmos que modificam rapidamente uma estratégia. É preciso estar atento o tempo todo para acompanhá-las e ajustar o rumo. O assunto marketing digital é extremamente amplo e complexo e raramente você vai encontrar um perfil que domine tudo. São muitas especialidades dentro de marketing: mídia paga, mídia programática, SEO, produção de conteúdos, branding, mídias sociais...

Por:Flavia Gamonar: Professora Doutoranda em Mídia e Tecnologia / Especialista em Marketing de Conteúdo / Pesquisadora / Palestrante

Fonte:Libnkedin/pulse

PENSE.....AS4 SOLUÇÕES PRÁTICAS PARA O SEU NEGÓCIO


Promocional empresa de criação de site

JuceSP as4
as4 parceira Google
Desde 2011 • CNPJ 17.108.974/0001-96 - A as4 é uma marca em processo de liberação pelo INPI desde 2012.
as4 - Alpha Solutions Four Brazil LTDA EPP
+as4